Até sempre Internet Explorer…

O final do Internet Explorer foi anunciado em maio de 2020, garantindo aos seus utilizadores que fizessem a migração necessária para outros browsers, neste caso o Edge da Microsoft. O Internet Explorar 11 deixa assim de estar disponível a partir de hoje, 15 de junho, mas há vários anos que a Microsoft tem vindo a pedir às empresas, que ainda utilizam o browser, que o deixassem de fazer.

Não é normal um software ter uma vida útil tão longa como o Internet Explorer. A Microsoft manteve o seu browser ativo por 27 anos, nem sempre da maneira mais lógica e atualizada. Ainda assim, foi capaz de se atualizar e navegar na Internet todos estes anos.

Após ter parado os seus desenvolvimentos, limitou-se a manter apenas as atualizações de segurança, enquanto tentava limitar a sua presença no Windows, com o novo Edge.

Desse momento em diante, o browser que marcou a Internet vai perder todo o suporte da Microsoft. Isto significa que deixa de ter novas versões, atualizações de segurança e qualquer outra atividade associada para se manter livre de problemas.