CONTRIBUÍMOS PARA O PLANETA

Computadores recondicionados são perfeitos para aqueles que têm em mente comprar um computador poderoso, mas que não querem gastar o dinheiro que normalmente esses modelos custam.

Além do benefício para o bolso (poupa-se mais), o lixo eletrónico é uma preocupação real no mundo e começa a ter consequências muito sérias para o meio ambiente. Embora a reciclagem desses dispositivos também tenha um custo, o impacto é muito menor do que produzi-los novamente. A chave para manter um sistema tecnológico ótimo e minimizar o impacto ambiental é reutilizar, recondicionar e reciclar.

A reciclagem começa a acontecer cada vez mais frequentemente, mas ainda há muito a ser feito. A reciclagem ajudará a evitar aterros sanitários locais, que acabam por causar dano às nossas cidades. É por isso que iniciativas como a da Best Selection são essenciais para que a evolução tecnológica continue de forma sustentável.

O que é o Lixo Eletrónico?

De uma forma simples, o lixo eletrónico, também conhecido como lixo tecnológico, é o desperdício criado quando os aparelhos eletrónicos, tais como smartphones, computadores, televisões e eletrodomésticos, deixam de ser utilizados e são descartados.

Segundo as Nações Unidas, todos os anos são gerados cerca de 41 milhões de toneladas em lixo eletrónico.

Na Europa, cada habitante gera em média 15,6 kilos de lixo eletrónico por ano.

Impactos do Lixo Eletrónico

Apesar destes números impressionantes parecerem entidades abstratas têm impactos bastante reais. O ambiente e a saúde humana sofrem as mais variadas consequências e infelizmente são as populações fragilizadas que mais se sentem.

Impactos no Ambiente

Nos últimos anos comprou um computador novo? E no último ano comprou algum eletrodoméstico novo e deitou o antigo no lixo?

Vivemos rodeados de tecnologias que mais tarde ou mais cedo necessitam de ser substituídas, portanto não se sinta mal se respondeu que sim às nossas questões anteriores.

No entanto, a nova casa do seu aparelho velho será muito provavelmente o aterro municipal. Aqui, o smartphone com o vidro partido ou a máquina de lavar que fazia um barulho estranho irão decompor-se e libertar materiais tóxicos.

Estes componentes nocivos irão contribuir para a poluição do solo e podem até chegar a afetar os oceanos e rios através da poluição dos lençóis de água.

Para além dos impactos ambientais que o lixo tecnológico produz, a criação de um novo aparelho eletrónico também aumenta a pressão sobre os recursos do planeta.

Olhe, por exemplo, para os smartphones. Para produzir aquele telemóvel novo que comprou este ano são utilizados à volta de 70 metais preciosos. Estes materiais são obtidos a partir de recursos do planeta e muitas vezes de formas pouco éticas e ecológicas.

“Então, mas não será possível reciclar os componentes dos telemóveis antigos para se criar algo novo?” é a pergunta que deve estar a fazer neste momento. Sim, é possível e é algo que já é feito.

No entanto, muitos destes “centros de reciclagem” são criados ilicitamente. Na verdade, segundo dados da Organização Mundial do Trabalho, somente 20% do lixo tecnológico é reciclado de uma forma legal.

Para além de oferecerem muito poucas condições aos trabalhadores, esta reciclagem clandestina utiliza ainda métodos prejudiciais para o ambiente.

Por exemplo, por forma a obter os metais preciosos presentes nos aparelhos eletrónicos de uma forma mais rápida, estes dispositivos são queimados. Este processo liberta gases nocivos para a atmosfera contribuindo para a poluição do ar.

Impactos na Saúde

Todos os impactos ambientais que partilhámos em cima irão ter consequências na nossa saúde e qualidade de vida. É impossível desconectar a poluição do solo, da água e do ar da vida humana.

Com solos e águas poluídas será difícil conseguir alimentos seguros e com qualidade suficiente para serem ingeridos. Com o ar poluído será complicado respirar e as doenças respiratórias serão cada vez mais comuns.

No meio de tudo isto, não nos podemos esquecer dos trabalhadores dos centros de reciclagem ilegais, que mencionámos em cima, pois eles sofrem os impactos diretos da criação do lixo eletrónico.

Imagine trabalhar de sol a sol em circunstâncias extremamente precárias enquanto tenta concertar, reutilizar, adaptar ou recolher os metais preciosos do lixo eletrónico. Para quem trabalha com segurança e direitos, é difícil conseguir criar uma imagem nítida de um emprego assim, mas é uma realidade para muitas pessoas.

Estas condições desumanas aliadas ao contacto direto com o lixo eletrónico tem consequências bastante graves na saúde destes trabalhadores. Segundo a ONU, componentes presentes no lixo tecnológico, como o mercúrio ou o chumbo, podem afetar o sangue e até o sistema nervoso central.

Apesar de todos estes impactos negativos no ambiente e na saúde, existem boas notícias! É possível minimizar os impactos do lixo eletrónico de uma forma sustentável e cada um de nós pode ajudar com esta tarefa.

Entregar os seus aparelhos eletrónicos velhos a uma empresa de reciclagem fidedigna, procurar consertar em vez de comprar novo e optar por produtos recondicionados, são alguns dos passos para ajudar a diminuir o lixo eletrónico.

Na Best Selection, contribuímos para evitar o lixo eletrónico, damos sustentabilidade à sua economia fazendo-o poupar dinheiro, adquirindo um recondicionado ao invés de um equipamento novo de último grito e substancialmente mais caro.

Visitar Loja